terça-feira, 28 de março de 2017

Marcelinho Carioca explica demora na volta de algumas escolinhas de esporte em Ubatuba

As férias escolares já acabaram faz um tempo, mas muitas famílias de Ubatuba usaram as redes sociais para criticar a demora no retorno de algumas escolinhas de esporte da cidade, que funcionam como atividades complementares, no horário em que a criança não está na escola, em sala de aula. Algumas atividades esportivas estão sem funcionar desde o final do ano passado.

 
De acordo com o Secretário de Esporte de Ubatuba, Marcelinho Carioca, em conversa recente com o Portal Caiçara, determinadas atividades ainda não foram retomadas porque as contratações de alguns professores estavam irregulares. “Perdemos 25 professores que estavam em situação irregular, agora estamos colocando o trem nos trilhos. Já fizemos um projeto de lei pedindo ao prefeito para alterar a carga horária dos nossos professores, de quatro para seis horas, para que a gente possa melhorar o atendimento das escolinhas e para que os professores possam se deslocar de um bairro para outro. Agora vamos fazer as coisas certas e não aleatoriamente, não fazer por fazer”, explicou Marcelinho.

 Perguntado sobre um possível prazo para a regularização completa das escolinhas de esporte, o secretário preferiu não falar em datas. “O surf já voltou ao normal, o futebol está voltando nesta semana, a melhor idade já está fazendo todas as atividades, enfim, não tem como estimar 60 ou 90 dias, pois o mais importante é acontecer dentro da lei”, analisou o ex-jogador de futebol.

Uma das soluções encontradas para solucionar o problema na secretaria de esporte é chamar alguns professores que prestaram concurso público.  “Tínhamos alguns professores eventuais, que como o nome mesmo já diz, só podem ser chamados eventualmente, dando aulas todos os dias e atendendo adultos e alunos da rede estadual, o que está errado, pois como são da secretaria de educação, só poderiam dar aula na rede municipal. Enquanto isso, os professores que prestaram concurso público estavam na fila de espera, não sendo utilizados por conta disso.  Agora já chamamos nove concursados e que em breve já estarão atendendo os bairros”, esclareceu o Coordenador de Esporte, Luís Roberto, apoiando Marcelinho na explicação.
Sobre os investimentos no esporte, o secretário disse ainda que será feita uma sede para o surf na Praia Grande, em parceria com a Comtur, com a possibilidade de criação de mais duas ou três unidades no município. “Estamos trazendo o privado para dentro do órgão público para a coisa andar, fazendo do esporte um meio de inclusão social. Criticar é fácil, mas é preciso entender as mudanças e melhorias que estão sendo feitas”, finalizou Marcelinho.

FONTE........PORTAL CAIÇARA

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comments system

Disqus Shortname