domingo, 10 de abril de 2016

Guarujá abre o Maresia Paulista de Surf Profissional nos dias 7 e 8 de maio.


1200x800
Thiago Camarão é o atual campeão do Maresia Paulista de Surf Profissional. Foto: Munir El Hage.

Pelo décimo ano consecutivo, a Maresia será a patrocinadora oficial do Circuito Paulista de Surf Profissional, que tem a etapa inicial confirmada para os dias 7 e 8 de maio, no Guarujá. Novamente, a competição terá três etapas, cada uma com R$ 30 mil de premiação, sendo R$ 8 mil ao vencedor.




A abertura será na Praia de Pitangueiras, junto ao Canto do Maluf e as inscrições serão abertas nesta quinta-feira (7), exclusivamente para atletas profissionais de SP. Depois, no dia 14, podem garantir participação os competidores filiados à Abrasp e as vagas remanescentes serão destinadas a atletas amadores a partir do dia 25.

Todas as inscrições devem ser feitas pelo e-mail inscricao@fpsurf.com.br, mencionando nome de competição, se é PRO (profissional) ou AMA (amador), estado onde mora e esperar resposta confirmando a participação, com o pagamento sendo feito em dinheiro no local do evento.

A taxa é de R$ 240 para surfistas de São Paulo e R$ 230, para residentes em outros estados. Todos os detalhes estão disponíveis no site Fpsurf.com.br. A organização alerta que as inscrições podem ser encerradas a qualquer momento, caso o limite de 96 inscritos seja preenchido.

Assim como nos últimos anos, o campeonato estará concentrado em três famosos “picos” do surf brasileiro. Depois de Guarujá, o Maresia Paulista de Surf Profissional segue para a Praia de Maresias, em São Sebastião, nos dias 27 e 28 de agosto, e a grande final volta a ser na Praia de Itamambuca, em Ubatuba, nos dias 8 e 9 de outubro.

PRANCHAS PARA O PÚBLICO

Entre as atrações já confirmadas do evento estará a Overboard Expression Session, bateria especial que premiará em cada etapa o autor da manobra mais radical com R$ 1 mil. O público também tem participação ativa em todas as etapas, com os sorteios de duas pranchas New Advance, antes de cada final, uma para os espectadores na praia, e outra para quem acompanhar a transmissão ao vivo pela internet, no site Maresia.com.br, e as ações nas mídias sociais da marca, pelo instagram.com/maresiaoficial e o facebook.com/maresiaoficial.

10 ANOS

O gerente comercial da Maresia em São Paulo, Paulo Hutter, destaca a longevidade da parceria com o Circuito Paulista. O que iniciou como estratégia da marca para fortalecer a sua imagem em São Paulo, se tornou tradição. “Hoje o nome Maresia está vinculado ao título paulista. Estamos iniciando o décimo ano de patrocínio e vimos os principais nomes do surf brasileiro passando pelo nosso campeonato, incluindo os atletas que depois chegaram ao WT”, destaca Paulinho, dando exemplos recentes.

“Em 2014, o Wiggolly Dantas, hoje no WT, foi o campeão e o Italo Ferreira, rookie of the Year do Circuito Mundial, disputou o título até o final. Isso mostra a força do nosso circuito, o excelente nível técnico. A Maresia continua cumprindo o seu papel de apoiar o surf, garantir a continuidade de um trabalho forte para dar visibilidade aos atletas, patrocinando o principal circuito estadual do País”, complementa o gerente da Maresia.

Realizado desde 1980, o Circuito Paulista de Surf Profissional tem em sua galeria grandes nomes do surf brasileiro, como os irmãos Almir e Picuruta Salazar. Almir, inclusive, o único tetracampeão até hoje. Também Renan Rocha, Tinguinha Lima, Jojó de Olivença e Renato Galvão. “A expectativa é repetir o sucesso dos últimos anos, com lotação em todas as etapas e grandes disputas. Já começamos muito bem com a renovação da parceria com a Maresia, que comprova ter total sintonia com o surf”, ressalta o presidente da Federação Paulista de Surf, Silvio da Silva, o Silvério.

2015

Com presença nas finais das três etapas, Thiago Camarão garantiu o título do ano passado, garantindo a primeira conquista para São Sebastião nos 32 anos de história do Circuito. Além disso, quebrou a supremacia dos atletas de Ubatuba e Praia Grande, que faturaram os 13 títulos anteriores. Já nas etapas, as vitórias ficaram com Marcos Corrêa, em Maresias; Hizunomê Bettero, na Praia Grande, em Ubatuba; e Victor Bernardo, na final, na Praia de Pitangueiras, em Guarujá.

O Maresia Paulista de Surf Profissional 2016 tem o patrocínio da Maresia, em parceria com a rede de lojas Overboard e pranchas New Advance. A realização é da Federação Paulista de Surf, com apoios do Governo do Estado de São Paulo/Secretaria da Juventude Esporte e Lazer, prefeituras de Guarujá, São Sebastião e Ubatuba, associações de Surf de Guarujá e de São Sebastião e Ubatuba de Surf, com divulgação da Revista Fluir e Waves.

Ranking final de 2015

1 Thiago Camarão – São Sebastião – 2.320
2 Hizunomê Bettero – Ubatuba – 1900
3 Marcos Corrêa – São Vicente – 1.680
4 Flavio Nakagima – 1.560
5 Gilmar Silva – Guarujá – 1.460
6 Matheus Navarro – SC – 1.438
7 Messias Félix – CE – 1.275
7 Sidney Guimarães – Peruíbe – 1.275
9 Vitor Valentin – PR – 1.260
10 Jihad Kohdr – PR – 1.220
11 Diego Meinha – São Vicente – 1.170
11 Dodô Veiga – Praia Grande – 1.170
13 Thiago Guimarães – Peruíbe – 1.130
14 Victor Bernardo – Guarujá – 1.128
15 Maxsswell Ribeiro – Praia Grande – 1.115
16 Lucas Santos – Ubatuba – 1.080

Campeões paulistas

2015 – Thiago Camarão/São Sebastião
2014 – Wiggolly Dantas/Ubatuba
2013 – Odirlei Coutinho/Ubatuba (campeão do Circuito: Bruno Galini/BA)
2012 – Ricardo Ferreira/Praia Grande
2011 – Hizunomê Bettero/Ubatuba
2010 – Matheus Toledo/Ubatuba
2009 – Ricardo Ferreira/Praia Grande
2008 – Saulo Júnior/Ubatuba
2007 – Renato Galvão/Ubatuba
2006 – Bruno Moreira/Praia Grande
2005 – Hizunomê Bettero/Ubatuba
2004 – Beto Fernandes/Praia Grande (campeão do Circuito: Simão Romão/RJ)
2003 – Odirlei Coutinho/Ubatuba
2002 – Renato Galvão/Ubatuba
2000 – Maicon Rosa/Guarujá
1999 – Tadeu Pereira/Ubatuba
1998 – Jair de Oliveira/Santos
1997 – Jair de Oliveira/Santos
1996 – Tinguinha Lima/Guarujá (Campeão do Circuito: Joca Júnior/RN)
1995 – Narciso Oliveira/Ubatuba
1994 – Jair de Oliveira/Santos
1993 – Jojó de Olivença/Guarujá
1992 – Tinguinha Lima/Guarujá
1991 – Renan Rocha/São Paulo
1990 – Douglas Lima/Santos
1989 – Picuruta Salazar/Santos
1988 – Amaro Matos/Guarujá
1987 – Almir Salazar/Santos
1986 – Almir Salazar/Santos
1985/84 – Paulo Rabelo/Guarujá
1983/82 – Almir Salazar/Santos
1981/80 – Almir Salazar/Santos


FONTE....http://waves.terra.com.br/waves/competicao/profissional/abertura-no-guaruja

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comments system

Disqus Shortname