segunda-feira, 14 de dezembro de 2015

Filipe evita secar rivais para levar título mesmo se cair no round 3: "Dá azar"


    "Quem não pode com mandinga, não carrega patuá", diz um antigo ditado popular brasileiro. É baseado mais ou menos neste pensamento que Filipe Toledo, o Filipinho, está encarando a chance dele ser campeão mundial já na terceira fase da etapa de Pipeline, no Havaí, a última de temporada 2015 do Circuito Mundial. O jovem de 20 anos sabe que, caso, seus rivais outros quatro surfistas ainda com chance de título mundial (Mick Fanning, Adriano de Souza, Gabriel Medina e Julian Wilson) sejam derrotados na fase em que está a competição, ele não precisa nem ir à quarta fase para assegurar o caneco. Isso acontece, porque, ao superar a repescagem, na sexta-feira, Filipe passou a ser o líder virtual do ranking e só precisa que os outros postulantes ao caneco não somem mais pontos. 

    Filipe Toledo Filipinho Pipeline surfe (Foto: Divulgação/WSL) 

    Filipinho vai em direção ao mar antes da sua bateria da 2ª fase, em Pipe (Foto: Divulgação/WSL)
    Uma tentativa de retomada do Pipe Masters, após dois dias de lay day por conta do mar pequeno, será feita nesta segunda-feira, às 15h40 (de Brasília). A expectativa, porém, é que a disputa só tenha prosseguimento nesta terça, quando um swell vai aumentar o tamanho dos tubos de Pipe.
    - Eu sei que posso ser campeão se todos perderem, mas eu sou bem tranquilo quanto a isso. Não gosto de fazer mandinga, porque não gostaria que fizessem comigo, dá azar. Eu fico bem tranquilo, na minha, e procuro não acompanhar a baterias - comentou Filipinho, que é o líder virtual porque tinha menos pontos para descartar como um dos seus dois piores resultados do ano – 500 (25º lugar) contra 1.750 (13º lugar) de Mick, que desembarcou no Havaí liderando com apenas 200 pontos de vantagem (49.900 a 49.700).





     
    Quando entrar em ação na bateria 7 da terceira fase para encarar o havaiano Mason Ho, Toledo já vai saber como Medina se saiu contra o perigoso sul-africano Jordy Smith (1ª bateria), e como foi o resultado de Fanning contra o ídolo local Jamie O'Brien (5ª). Depois de Filipinho entrar em ação será a vez do aussie Wilson, que tem chances bem remotas de título, enfrentar o compatriota Adam Melling (10ª bateria), e de Mineirinho duelar com o irlandês Glenn Hall, que não assusta muito, no embate que fechará o terceiro round de 12 baterias.
    - Na minha cabeça, eu sei exatamente as chances de cada um, da minha, do Mick, do Gabriel, do Adriano e do Julian. Então estou tranquilo, mas bem confiante no que eu tenho que fazer. E sei o que eu preciso fazer também. Vou fazer o meu sem pensar muito no que vão fazer os outros, mesmo sabendo que isso me envolve.
    Owen Wright,  Adriano de Souza (Mineirinho), Mick Fanning, Filipe Toledo, Gabriel Medina e Julian Wilson em Pipeline, no Havaí (Foto: Kelly Cestari / WSL)Principais candidatos ao título, Mineirinho, Fanning, Filipinho e Medina posam juntos em Pipe (Foto: Divulgação / WSL)
    As chegadas da família Toledo e da namorada Ananda na semana passada aumentaram o nível de tranquilidade de Filipe, que ficou quase três semanas sozinho no Havaí para competir no QS 10.000 de Haleiwa, quando foi vice-campeão, e para treinar diariamente nos tubos de Pipeline.
    - Antes do começo do campeonato, quando eu estava sozinho, vinha bastante coisa na minha cabeça. Mas com a minha família e a minha namorada aqui comigo, tudo ficou mais tranquilo. Estou na boa, não estou tenso. Eu sou um cara tranquilo, que consegue absorver bem os pensamentos. Procuro não ficar pensando nisso e curtir o meu momento para fazer o meu trabalho.
    Surfista que mais etapas conquistou nesta temporada do Circuito Mundial, com três troféus (Gold Coast-AUS, Rio de Janeiro e Peniche-POR), Fiilipinho assume que não tem muita experiência nas ondas de Pipeline, mas não nega que se imagina sendo campeão mundial levantando também o cobiçado caneco do Pipe Masters.
    - Foi a mesma coisa que aconteceu no ano passado, eu deixei de lado isso de não ter muita experiência em Pipe e fiz o meu melhor resultado, as quartas de final. Espero relaxar, mostrar o que sei e ir ainda mais longe. Quem sabe, sendo campeão da etapa.
    BATERIAS DA TERCEIRA FASE
    1. Gabriel Medina (BRA) x Jordy Smith (AFS)
    2. Bede Dubidge (AUS) x Keanu Asing (HAV)
    3. Italo Ferreira (BRA) x C.J. Hobgood (EUA)
    4. Kelly Slater (EUA) x Michel Bourez (TAI)
    5. Mick Fanning (AUS) x Jamie O'Brien (HAV)
    6. John John Florence (HAV) x Taj Burrow (AUS)
    7. Filipe Toledo (BRA) x Mason Ho (HAV)
    8. Joel Parkinson (AUS) x Kai Otton (AUS)
    9. Jeremy Flores (FRA) x Sebastian Zietz (HAV)
    10. Julian Wilson (AUS) x Adam Melling (AUS)
    11. Josh Kerr (AUS) x Adrian Buchan (AUS)
    12. Adriano de Souza (BRA) x Glenn Hall (IRL)
    AS CHANCES DE TÍTULO DE CADA UM
    Mick Fanning é campeão mundial se:
    - vencer a etapa
    - chegar em 2º e Toledo e Mineirinho não vencerem
    - chegar até a semifinal, Toledo não passar das quartas e Mineirinho da semifinal
    - chegar até as quartas, Toledo não passar da 5ª fase e Mineirinho das quartas
    - chegar até a 5ª fase, Toledo não passar da 3ª fase, Mineirinho da 5ª fase, e Medina não vencer
    Filipe Toledo é campeão mundial se:
    - vencer a etapa
    - chegar em 2º e Fanning e Mineirinho não vencerem
    - chegar até a semifinal e Fanning e Mineirinho não passarem da semifinal (caso Mineirinho seja 2º haverá bateria de desempate)
    - chegar até as quartas, Fanning não passar das quartas e Mineirinho da semifinal
    - chegar até a 5ª fase, Fanning não passar da 5ª fase, Mineirinho das quartas e Medina não vencer a etapa
    - chegar até a 3ª fase, Fanning e Mineirinho não passarem da 3ª fase, Medina das semifinais e Julian não vencer a etapa (se Julian vencer a etapa, haverá bateria desempate)

    Adriano de Souza é campeão mundial se:
    - vencer a etapa
    ​ ​- chegar em 2º, Toledo não passar das quartas e Fanning da semifinal (caso Toledo pare na semifinal, haverá bateria de desempate)
    - chegar até a semifinal, Toledo não passar da 5ª fase e Fanning das quartas
    - chegar até as quartas, Toledo não passar da 3ª fase, Fanning da 5ª fase e Medina não vencer a etapa
    - chegar até a 5ª fase, Toledo e Fanning não passarem da 3ª fase e Medina não vencer a etapa

    Gabriel Medina é campeão mundial se:
    - vencer a etapa, Toledo não passar da 5ª fase e Fanning e Mineirinho não passarem das quartas
    - chegar em 2º, Toledo, Fanning e Mineirinho não passarem da 3ª fase
    Julian Wilson é campeão mundial se:
    - vencer a etapa, Fanning e Mineirinho não passarem da 3ª fase, e Medina da semifinal. Caso essas combinações aconteçam e Toledo pare na 3ª fase haverá uma bateria de desempate entre os dois.

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário

    Comments system

    Disqus Shortname