segunda-feira, 23 de novembro de 2015

Filipinho treina em Pipeline enquanto rivais por título disputam QS de Sunset


Filipe Toledo Filipinho Haleiwa surfe (Foto: Reprodução/WSL)Filipe Toledo teve uma participação muito boa no QS 10.000 de Haleiwa (Foto: Reprodução/WSL)
Nenhum postulante ao título mundial aproveitou melhor a semana que passou do que Filipe Toledo. Brasileiro com mais chances de levantar o caneco ao final do Circuito Mundial, o jovem surfou muito bem e ficou no último sábado com o vice-campeonato do QS 10.000 de Haleiwa, evento da divisão de acesso, no Havaí. Na mesma competição, Gabriel Medina (4º do ranking) caiu na semifinal, e Adriano de Souza (3º) foi eliminado na terceira fase. Número 1 da temporada da elite do surfe, o australiano Mick Fanning optou por não participar da primeira etapa da Tríplice Coroa Havaiana. Feliz com seu desempenho, Filipinho confirmou a decisão de ser o único dos quatro a não participar do QS 10.000 de Sunset Beach, a segunda perna da temporada do Havaí, que começa nesta terça-feira e pode ir até o dia 6, dois dias antes do início do período para realização da disputa derradeira do Circuito Mundial: o Pipeline Masters. Enquanto os adversários vão se desgastar em baterias competitivas, Toledo vai ficar treinando em Pipe para chegar mais adaptado aos tubos pesados do pico.



- Eu não vou competir em Sunset para me focar mais nas ondas de Pipeline. Eu vou surfar Pipe bastante todos os dias. Vou ficar testando as minhas pranchas, pois eu quero ver quais estão boas para a onda e quais não estão, para usar as melhores no campeonato. Eu só quero estar bem preparado para Pipe - comentou Toledo.
Apesar de ser o número 2 do ranking, Filipinho, que soma 49.700 pontos, tem mais chances de ser campeão do mundo do que Mick Fanning, líder com 49.900. Isso acontece porque valem para efeito de título os nove melhores resultados de cada surfista nas 11 etapas do calendário da elite. Até agora aconteceu apenas um descarte, e Filipinho tem como seu pior resultado um 25º lugar (500 pontos), enquanto Mick vai perder 1.750 pontos, por conta de um 13º lugar. 
- Eu estou me divertindo bastante neste ano e surfando com alegria, esse é o ponto que me fez ter grandes resultados. Estou curtindo minha vida e o grande ano. E espero chegar muito bem para brigar pelo título em Pipeline - disse Filipe.
Gabriel Medina QS 10.000 Haleiwa surfe (Foto: Divulgação/WSL)Gabriel Medina pegou boa ondas em Haleiwa, mas foi eliminado na semifinal do QS 10.000 (Foto: Divulgação/WSL)
Na luta pelo seu bicampeonato mundial, Gabriel Medina preferiu disputar Sunset para chegar com mais ritmo de competição na etapa de Pipeline, a mesma em que ele foi vice no ano passado, pouco depois de sacramentar o seu histórico título após Fanning ser eliminado na quinta fase. Outro objetivo do astro é conquistar pela primeira vez a Tríplice Coroa Havaiana, que é formada pelo QS 10.000 de Haleiwa, pelo QS 10.000 de Sunset Beach e pelo Pipeline Masters.
- Eu vou competir em Sunset também. Eu fui segundo lá há um tempo atrás (em 2012) e eu gosto bastante da onda. É bem difícil de surfar, mas é uma experiência boa. Eu quero ganhar a Tríplice Coroa Havaiana pela primeira vez na minha carreira e vou atrás disso - afirmou Gabriel.
Para Mineirinho, Sunset Beach vai ser um desafio ainda maior. O mais experiente brasileiro do Circuito Mundial tentará se recuperar da campanha ruim em Haleiwa e buscará uma importante injeção de ânimo para Pipeline.
Adriano Souza Mineirinho WQS de Haleiwa (Foto: Divulgação/WSL)Mineirinho não passou da terceira fase no QS 10.000 de Haleiwa (Foto: Divulgação/WSL)




AS CHANCES DE TÍTULO MUNDIAL DOS BRASILEIROS
Filipe Toledo é campeão mundial em Pipeline se:
- Vencer a etapa 
- for 2º, e Fanning e Mineirinho não vencerem
- for 3º, Fanning for no máximo 3º, e Mineirinho não vencer
- for 5º, Fanning for no máximo 5º, e Mineirinho 3º
- for 9º, Fanning for no máximo 9º, Mineirinho 5º, e Medina 2º
- for 13º, Fanning for no máximo 13º, Mineirinho 9º, e Medina e Owen 2º

Adriano de Souza é campeão mundial em Pipeline se:
- Vencer a etapa 
- for 2º, Toledo for no máximo 5º, e Fanning 3º
- for 3º, Toledo for no máximo 9º, e Fanning 5º
- for 5º, Toledo for no máximo 13º, Fanning 9º, e Medina 2º
- for 9º, Toledo for no máximo 13º, Fanning 13º, e Medina e Owen 2º

Gabriel Medina é campeão mundial em Pipeline se:
- Vencer a etapa, Toledo for no máximo 9º, e Fanning e Adriano 5º
- for 2º, e Toledo, Fanning e Adriano forem no máximo 13º
- for 3º, e Toledo for 25º, e Fanning e Adriano, no máximo 13º

globoesportes.com
FONTE........

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comments system

Disqus Shortname