sábado, 11 de julho de 2015

UBATUBA SEDIARÁ ETAPA DO OI SUPER SURF - CIRCUITO BRASILEIRO PROFISSIONAL

O super surf voltou

Maior circuito nacional de surf do mundo volta às praias em meio a Brazilian Storm, expressão que define o melhor momento da história do esporte no País

O Brasil tem hoje os melhores surfistas do mundo. Adriano de Souza, o “Mineirinho”, está em primeiro lugar no ranking mundial. Filipe “Filipinho” Toledo, em segundo. Junto do atual campeão do mundo, Gabriel Medina, os dois fazem parte da geração intitulada Brazilian Storm (“Tempestade Brasileira”) por seu ótimo desempenho sobre as pranchas. Para melhorar ainda mais a qualidade do esporte no País, a boa notícia é a tão esperada volta do Oi Super Surf ao Circuito Brasileiro Profissional.


01.jpg



Considerado o maior campeonato de abrangência nacional de todo o mundo, o Super Surf reunirá, na edição de 2015, atletas de várias gerações durante quatro etapas. A realização do evento está a cargo da editora Rocky Mountain, da produtora Casa da Árvore e da Abrasp (Associação Brasileira de Surf Profissional). “O Brasil vive o melhor momento do surf de sua história, e a Rocky Mountain, que edita a revista líder no segmento, a Hardcore, não poderia deixar de impulsionar ainda mais o esporte”, disse Caco Alzugaray, presidente executivo da Editora Três e publisher da editora Rocky Mountain.
A abertura do torneio acontece entre os dias 15 e 19 de julho na praia de Maresias, em São Sebastião, no litoral de São Paulo. Para essa fase estão confirmados 160 surfistas, entre eles Samuel Pupo, de apenas 14 anos e tido como uma das promessas brasileiras. “O Super Surf é a base para que jovens talentos amadureçam. É desta fonte que nascem os novos ‘Brazilian Storm’”, diz Evandro Abreu, presidente da Casa da Árvore.
02.jpg
De fato, nos anos em que havia sido realizado até agora, entre 2000 e 2009, o Super Surf serviu como referência para as estrelas que agora brilham nas ondas mundo afora. “A geração Medina começou a surfar mirando os ídolos que participavam do campeonato”, diz Pedro Falcão, diretor executivo da Abrasp. Não é à toa, portanto, que Medina e Mineirinho, por exemplo, foram alguns dos primeiros a apoiar o retorno do torneio – fato hoje bastante comemorado. “Estamos retomando essa história com a parceria sólida da Rocky Mountain. Mais importante que qualquer retorno imediato é a força da mídia para impulsionar uma nova geração de campeões”, completa Falcão. As próximas etapas do campeonato ocorrerão em Ubatuba (SP), Florianópolis (SC) e Saquarema (RJ). 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comments system

Disqus Shortname