sexta-feira, 10 de julho de 2015

Brasil zerado: Medina, Mineiro, Toledo e cia. perdem na estreia em J-Bay

No primeiro dia de disputas na África do Sul, todos os nove representantes brasileiros são derrotados na 1ª rodada e precisarão vencer repescagem para seguir no torneio


Após dois dias de adiamentos, finalmente tiveram início nesta sexta-feira as atividades em Jeffreys Bay, na África do Sul, pela sexta etapa do Circuito Mundial de Surfe de 2015. E foi um péssimo dia para os brasileiros. Eram nove representantes: o atual campeão Gabriel Medina, o líder do ranking Adriano de Souza, o vice-líder, Filipe Toledo, além Jadson André, Miguel Pupo, Italo Ferreira, Wiggolly Dantas e os convidados Alejo Muniz e Tomas Hermes. Nenhum deles, isso mesmo, nenhum deles venceu nesta primeira rodada, fato inédito na temporada. Ao menos, ninguém está eliminado. Todos terão mais uma chance de seguir na disputa na repescagem válida pela segunda fase. Aí sim, é tudo ou nada. Quem perder volta para casa. A próxima chamada será às 2h30 deste sábado, no horário de Brasília.
Adriano de Souza Mineirinho na estreia da sexta etapa do Circuito M undial em Jeffreys Bay na África do Sul (Foto: WSL / KC)Adriano de Souza na estreia da sexta etapa do Circuito Mundial em Jeffreys Bay na África do Sul (Foto: WSL / KC)




O destaque do dia ficou por conta do onze vezes campeão mundial Kelly Slater. Maior vencedor da história de J-Bay, com quatro vitórias, o mito americano mostrou domínio das ondas sul-africanas e alcançou a melhor pontuação do dia, 17.00, graças a uma nota 8.83 e outra 8.17. O ponto de alto de sua performance foi o aéreo full rotation alley oop, uma das variações do giro de 360º, difícil de ser executada. Defensor do título, o tricampeão Mick Fanning também garantiu vaga diretamente na terceira fase, assim como o campeão de 2001, C.J. Hobgood, que venceu sua primeira bateria no ano. Além de Medina, outro campeão a perder na estreia foi o australiano Joel Parkinson, derrotado pelo havaiano Keanu Asing na mesma bateria do brasileiro. 
Kelly Slater em ação na etapa de Jefrreys Bay pelo Mundial de Surfe 2015 (Foto: Divulgação / WSL)Kelly Slater decolou em um aéreo full rotation alley oop  (Foto: Divulgação / WSL)

As baterias
Miguel Pupo e Alejo Muniz foram os primeiros “brazilian boys” a entrarem em ação. Logo na segunda bateria do dia, a dupla acabou superada pelo australiano Julian Wilson, que seguiu para a terceira rodada. 
Pouco depois, foi a vez de Filipinho cair para a repescagem. Vencedor de duas etapas no ano, na Gold Coast australiana e no Rio de Janeiro, o paulista de Ubatuba não conseguiu encaixar seu surfe progressivo nas clássicas direitas de J-Bay. Com notas baixas, somente 2.73 e 2.60, o caçula da elite, aos 20 anos, somou 5.33, ficando em terceiro na bateria vencida pelo ilustre convidado Dane Reynolds, "showman" californiano e uma das inspirações de Toledo nos aéreos.
Na sequência, Tomas Hermes, que herdou a vaga do lesionado John John Florence, não conseguiu fazer frente a Mick Fanning, um dos grandes favoritos do torneio. Anotou 7.66, contra 11.33 do surfista da casa, Michael February, e 15.67 do australiano tricampeão mundial, que busca o tetracampeonato nas ondas do Cabo Oriental. 
Na bateria seguinte, Adriano de Souza, por pouco, não conseguiu avançar. Em uma disputa equilibrada, Mineirinho somou 13.24, ficando à frente do sul-africano Slade Prestwich (10.33), vencedor da triagem para o evento, mas atrás do talentoso americano Kolohe Andino (14.03).
Logo depois, Wiggolly Dantas ficou em terceiro, com 8.87, em bateria vencida pelo australiano Adrian Buchan (12.60). Apesar de encaixado boas rasgadas e manobras, Guigui perdeu o equilíbrio em algumas ondas e sofreu quedas que lhe custaram a vitória. Em seguida, em outra bateria com dois brasileiros, quem levou a melhor foi um gringo. Com 14.60, Jadson André ficou a 0.30 de desbancar o havaiano Freddy Patacchia Jr. (14.60). Italo Ferreira, por sua vez, ficou em terceiro lugar, com 10.53. 
Na última bateria do dia, o atual campeão mundial Gabriel Medina tentou salvar a pátria, mas foi surpreendido por Keanu Asing, seu algoz no Rio Pro, etapa brasileira do CT. O brasileiro começou liderando a disputa, mas sofreu a virada e terminou com 9.00, contra 13.93 do pequeno havaiano e 13.27 do campeão mundial em 2012 Joel Parkinson, dono de dois títulos em J-Bay.
Gabriel Medina em ação na etapa de Jeffreys Bay pelo Mundial de Surfe 2015 (Foto: Divulgação / WSL)Gabriel Medina em ação na etapa de Jeffreys Bay pelo Mundial de Surfe 2015 (Foto: Divulgação / WSL)
Tomas Hermes em ação na etapa de Jeffreys Bay pelo Mundial de Surfe 2015 (Foto: Divulgação / WSL)Tomas Hermes em ação na etapa de Jeffreys Bay pelo Mundial de Surfe 2015 (Foto: Divulgação / WSL)
Jadson André em ação na etapa de Jeffreys Bay pelo Mundial de Surfe 2015 (Foto: Divulgação / WSL)Jadson André em ação na etapa de Jeffreys Bay pelo Mundial de Surfe 2015 (Foto: Divulgação / WSL)
Wiggolly Dantas em ação na etapa de Jeffreys Bay pelo Mundial de Surfe 2015 (Foto: Divulgação / WSL)Wiggolly Dantas encontrou boas ondas, mas sofreu quedas que lhe custaram a classificação (Foto: Divulgação / WSL)
Italo Ferreira em ação na etapa de Jeffreys Bay pelo Mundial de Surfe 2015 (Foto: Divulgação / WSL)Italo Ferreira em ação na etapa de Jeffreys Bay pelo Mundial de Surfe 2015 (Foto: Divulgação / WSL)
Mick Fanning na estreia da sexta etapa do circuito mundial de surfe em jeffreys bay Africa do Sul (Foto: WSL / KC)Mick Fanning na estreia da sexta etapa do circuito mundial de surfe em jeffreys bay Africa do Sul (Foto: WSL / KC)
Dane Reynolds em ação na etapa de Jeffreys Bay pelo Mundial de Surfe 2015 (Foto: Divulgação / WSL)Dane Reynolds em ação na etapa de Jeffreys Bay pelo Mundial de Surfe 2015 (Foto: Divulgação / WSL)
Kolohe Andino em ação na etapa de Jeffreys Bay pelo Mundial de Surfe 2015 (Foto: Divulgação / WSL)Kolohe Andino em ação na etapa de Jeffreys Bay pelo Mundial de Surfe 2015 (Foto: Divulgação / WSL)

Kelly Slater em ação na etapa de Jefrreys Bay pelo Mundial de Surfe 2015 (Foto: Divulgação / WSL)Maior vencedor em J-Bay, com 4 títulos, Kelly Slater teve a maior pontuação do dia: 17.00 (Foto: Divulgação / WSL)
Michel Bourez em ação na etapa de Jefrreys Bay pelo Mundial de Surfe 2015 (Foto: Divulgação / WSL)Recuperado da lesão na mão, Michel Bourez coroou o retorno com vitória em J-Bay (Foto: Divulgação / WSL)



Jeffreys Bay, palco da sexta etapa do Mundial de Surfe 2015 (Foto: WSL / Kirstin)Jeffreys Bay, palco da sexta etapa do Mundial de Surfe 2015 (Foto: WSL / Kirstin)

RESULTADOS DA 1ª FASE
1: Taj Burrow (AUS) 5.26 x Michel Bourez (PYF) 12.00 x Brett Simpson (EUA) 7.84
2: Julian Wilson (AUS) 13.93 x Miguel Pupo (BRA) 5.60 x Alejo Muniz (BRA) 12.27
3: Owen Wright (AUS) 12.86 x Kai Otton (AUS) 9.73 x C.J. Hobgood (EUA) 13.70
4: Filipe Toledo (BRA) 5.33 x Adam Melling (AUS) 7.00 x Dane Reynolds (EUA) 13.33
5: Mick Fanning (AUS) 15.67 x Michael February (AFS) 11.33 x Tomas Hermes (BRA) 7.66
6: Adriano de Souza (BRA) 13.24 x Kolohe Andino (EUA) 14.03 x Slade Prestwich (AFS) 10.33
7: Josh Kerr (AUS) 12.94 x Sebastian Zietz (HAV) 7.74 x Dusty Payne (HAV) 10.14
8: Kelly Slater (EUA) 17.00 x Matt Wilkinson (AUS) 9.33 x Glenn Hall (IRL) 5.40
9: Nat Young (EUA) 10.00 x Wiggolly Dantas (BRA) 8.87 x Adrian Buchan (AUS) 12.60
10: Italo Ferreira (BRA) 10.53 x Jadson Andre (BRA) 14.60 x Fredrick Patacchia (EUA) 14.90
11: Bede Durbidge (AUS) 14.00 x Jordy Smith (AFS) 5.17 x Ricardo Christie (NZL) 6.70
12: Gabriel Medina (BRA) 9.00 x Joel Parkinson (AUS) 13.27 x Keanu Asing (HAV) 13.93
BATERIAS DA 2ª FASE

Nas duas primeiras baterias da repescagem, Adriano de Souza e Filipe Toledo enfrentarão surfistas da casa oriundos do trials: Slade Preswich e Michael February, respectivamente. No heat 7, Gabriel Medina encara outro algoz, o irlandês Glenn Hall, que o eliminou em Gold Coast. Tomas Hermes terá uma pedreira pela frente, vai encarar o vencedor da etapa anterior, em Fiji, o australiano Owen Wright. Alejo Muniz pega o australiano Taj Burrow, Italo Ferreira desafia o havaiano Dusty Payne, Jadson André lutará contra Kai Otton, enquanto Wiggolly Dantas e Miguel Pupo fazem o único duelo brasileiro da segunda fase. Os duelos são eliminatórios, quem perder está eliminado. A organização fará uma chamada às 2h30 deste sábado, no horário de Brasília.
1: Adriano de Souza (BRA) x Slade Prestwich (AFS)
2: Filipe Toledo (BRA) x Michael February (AFS)
3: Owen Wright (AUS) x Tomas Hermes (BRA)
4: Taj Burrow (AUS) x Alejo Muniz (BRA) 
5: Nat Young (EUA) x Brett Simpson (EUA)
6: Italo Ferreira (BRA) x Dusty Payne (HAV)
7: Gabriel Medina (BRA) x Glenn Hall (IRL)
8: Joel Parkinson (AUS) x Ricardo Christie (NZL)
9: Jordy Smith (AFS) x Adam Melling (AUS)
10: Jadson André (BRA) x Kai Otton (AUS)
11: Wiggolly Dantas (BRA) x Miguel Pupo (BRA)
12: Matt Wilkinson (AUS) x Sebastian Zietz (HAV)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comments system

Disqus Shortname