sexta-feira, 10 de abril de 2015

Maresia Paulista tem abertura em São Sebastião com 96 surfistas

Que venham as ondas para completar a festa. A abertura do Maresia Paulista de Surf Profissional nestes sábado e domingo (11 e 12), em São Sebastião, é garantia de alto nível técnico. A competição na badalada praia de Maresias reunirá 96 surfistas de 11 estados, embalados pela tradição do título paulista, pelos mil pontos no ranking Abrasp e pela premiação, com R$ 30 mil aos melhores do final de semana, sendo R$ 8 mil ao vencedor.
Do Rio Grande do Sul ao Ceará, o litoral brasileiro estará muito bem representado no evento. De surfistas experientes, como Dunga Neto, de Fortaleza, o talento local Danylo Grillo e o ex-WCT Raoni Monteiro, de Saquarema/RJ, às revelações, em transição para o profissionalismo, como Théo Fresia, que trocou o Rio de Janeiro por Guarujá, mesma cidade de Vitor Mendes.

Alessandro Pulga, experiente surfista, protagonizou um dos momentos mais marcantes da etapa de 2014



Entre os destaques há também tops do ranking mundial WQS, como o pernambucano radicado em SC, Ian Gouveia, filho do lendário Fabio Gouveia, e hoje o segundo melhor brasileiro no Circuito, em sexto lugar, e Deivid Silva, de Guarujá, que vem numa sequência de grandes resultados, com vitórias no exterior, ocupando a oitava posição no Tour. O baiano Bino Lopes, campeão paulista em 2013, com vitória em Maresias, reforça a lista, ao lado do campeão brasileiro daquele ano e vencedor da etapa de São Sebastião no ano passado, David do Carmo.


Especialistas em ondas gigantes e tubulares também não podem faltar. É o caso do pernambucano Paulo Moura, que já integrou a seleta elite mundial do WCT, e do carioca Leandro Bastos. Outro surfista que sabe “domar” bem ondas grandes é Jessé Mendes (irmão mais velho de Vitor), de Guarujá, que na etapa em Maresias do ano passado deu um show à parte, com duas notas dez na mesma bateria, em tubos perfeitos, além de chegar à disputa como o 12º colocado no WQS.
Quem também está confirmado é o paranaense Alessandro Pulga. O experiente surfista protagonizou um dos momentos mais marcantes da etapa de 2014, ao despencar do alto da onda, mergulhando de cabeça. A famosa “vaca”, num mar com ondas de mais de dois metros. E para completar os campeões paulistas Hizunomê Bettero, Odirlei Coutinho e Renato Galvão, todos de Ubatuba. Este último também com títulos brasileiros, mesma conquista do cearense Messias Felix.
“Com certeza, teremos uma etapa muito forte. Aliás, como tem sido nesses anos todos. Prova disso é que em 2014 o campeão do Circuito foi o Wiggolly Dantas e um de seus rivais diretos foi o Ítalo Ferreira, os dois novos brasileiros no WCT deste ano. Isso demonstra o alto nível do campeonato. E esse ano, não deve ser diferente. Esperamos grandes emoções, começando muito bem por São Sebastião”, afirma o gerente comercial da Maresia em São Paulo, Paulo Hutter.
Em seu nono consecutivo com patrocínio da Maresia, o Circuito Paulista de Surf Profissional chega à sua 32ª edição. Além dos R$ 30 mil de premiação, a etapa contará com a Overboard Expression Session, uma bateria especial valendo R$ 1 mil para o autor da manobra mais radical.
No total, o Circuito terá três etapas (Ubatuba e Guarujá) com o campeão ganhando uma moto 0k, oferecida pela Tent Beach e o número 1 do ranking, independente do estado de origem, uma passagem para o Havaí, da Nias Tour. Todas as baterias serão transmitidas ao vivo, pela internet, no site www.maresia.com.br. Quem acompanhar o evento, tanto pela net quanto na praia concorrerá a pranchas Wave Star, do shaper Eduardo Reco.
O Maresia Paulista de Surf Profissional 2015 tem o patrocínio da Maresia, em parceria com as redes de lojas Overboard e Tent Beach, a agência de viagens Nias Tour e a marca de pranchas Wave Star. A realização é da Federação Paulista de Surf, com apoios do Governo do Estado de São Paulo/Secretaria da Juventude Esporte e Lazer, prefeituras de São Sebastião, Ubatuba e Guarujá, associações de Surf de São Sebastião, Ubatuba de Surf e de Surf de Guarujá, com divulgação da Revista Fluir e portal Waves.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comments system

Disqus Shortname