quarta-feira, 28 de maio de 2014

TRAJANO MEDRADO - JIU JITSU





Rolando o papo  com Trajano Medrado , atleta de Jiu Jitsu.

Nome completo: Trajano Medrado Santos – faixa preta 3º DAN
Apelido: TRAME

Quando começou no Jiu-Jitsu? Sou natural de São Paulo, quando criança, tinha crises de bronquite e precisei de ar puro e uma vida mais saudável. Seguindo recomendações médicas, minha família resolveu mudar-se para Ubatuba, no ano de 1979. Pratiquei vários esportes, mas sempre gostei das modalidades de lutas. Eu trenei judô  com o Mestre Josino até 1985 , quando precisei dar um tempo para estudar e posteriormente, casar-se. Em 1992/93 conheci o “Carioca”, policial militar e professor de Jiu-jitsu, reunindo mais quatro amigos começamos a treinar esta nova modalidade. Naquela época o jiu-jitsu era muito criticado pela sociedade, sendo considerado um esporte agressivo e praticado por pessoas violentas. Alguns anos depois, eu mudei de equipe, sendo acolhido pelo Mestre Wilson Mattos, para ampliar meus conhecimentos dentro e fora dos tatames.




Quando foi o último evento que vc participou, como foi seu desempenho? Ultimo evento oficial que participei foi o Final Paulista 2013 no qual conquistei do título e demais torneios regionais onde tive êxito alcançando o pódio. Este ano pretendo participar de eventos fora do País e conseguir apoio para tanto.
Me fale da sua Academia, onde fica, como e quem pode se inscrever para começar a treinar? Eu não luto somente nos tatames; luto junto à sociedade  para transformar a reputação deste esporte milenar, mostrando a sua verdadeira filosofia e levando o nome de Ubatuba cada vez mais distante, por isso abrir a Academia em uma comunidade carente de esporte e com uma população volumosa e diversificada. No Ipiranguinha comecei lecionar em 2003, após alguns anos me ausentei para terminar os estudos e me aperfeiçoar tecnicamente, sou formado em Educação Física com pós em Fisiologia do Esporte. Retornei em 2011, aonde resgatei alguns antigos alunos.Com parceria ao Projeto R.U.D atendemos crianças até 13 anos com um valor simbólico para manutenção da academia e depois atendemos aos adultos de qualquer idade, tanto feminino e masculino. Hoje temos umas das maiores áreas de luta da região com 120 m² .

O que o Jiu-jitsu representa em sua vida? Para mim, o esporte trouxe muitas coisas boas ; Conquistei bolsa de estudo na Universidade, conheci outros países, conquistei muitos amigos, mudou a minha mentalidade e principalmente o meu relacionamento inter pessoal.
Além de uma qualidade de vida saudável. Mas para isto  precisa ter ter dedicação e paciência.

Qual a atual situação da modalidade em nosso município? Ubatuba sempre foi um celeiro de atletas e também pioneiro nessa modalidade. Hoje me dia somos muito respeitado por ter grandes equipes, professores e atletas
.
Como você vê o futuro do esporte em nossa cidade? Hoje temos diversos atletas se dedicando e tendo êxito naquilo que faz, uma safra de jovens que estão surgindo através de projetos sociais, projetos que por dedicação dos professores se mantem com toda dificuldades, sem apoio, lugar adequado, mas que nem por isso deixam de treinar e levar o nome de Ubatuba para fora.


Qual seu principal ídolo na modalidade? Gosto muito do Tererê, pela alegria e técnica e André Galvão pela dedicação, o qual os conheci desde as faixas brancas.

Além de você quais outros atletas da modalidade são destaques regionalmente? Temos vários, são seria justo esquecer alguns nomes aqui...
Deixe um recado para os demais amantes da modalidade. Nunca desista de seu esporte pois você pode não ter percebido mas nada vem de mão beijada seja uma pessoa dedicada e paciente não apenas para aprender um novo golpe, mas para aprendermos a viver cada dia e sermos vitoriosos .




Centro de Treinamento Ipiranguinha “TRAME” – Rua da Cascata, 120 Bairro do Ipiranguinha.



Silvio Cesar Fonseca para o BLOG  UBATESPORTES

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comments system

Disqus Shortname