segunda-feira, 24 de fevereiro de 2014

Skatistas de Ubatuba essa corrente é de todos nós!!




Doe suas peças de skate usadas para o Projeto Social "Skate Sim"

Sobre o Projeto Skate Sim :

O Projeto Skate SIM, é uma iniciativa da Yesk8 Produções que oferecerá aulas gratuitas de skate para moradores do bairro do Perequê Açu, no EspaSOL.

Acesse : http://www.projetoskatesim.blogspot.com

INTRODUÇÃO :

O aumento do número de adeptos à prática do skate no Brasil pode ser observado uma frequência muita grande no marketing ligado a modalidade esportiva em diversos seguimentos.
Além disso, a cada dia a mídia aberta apresenta diversos comerciais relacionados ao esporte, através de personagens em novelas e filmes, tendo também um grande aumento em comunicação das mais variadas, agregando o comportamento do skatista e sua imagem em sí.
Apesar de faltarem estimativas oficiais recentes, dados preliminares apontam que o skate é o segundo esporte mais praticado do país, atrás apenas do futebol.
A secretária nacional de Esportes, reconhece o rápido aumento da prática do esporte. E diversos municípios já utilizam o skate como uma ferramenta de inclusão social para os jovens e a periferia dos estados brasileiros.




PÚBLICO ALVO :

Moradores do bairro do "Perequê Açu", crianças, adolescentes e pessoas em situação de uso de substâncias químicas, psicoativas, familiares de usuários de drogas e sociedade civil em geral.
OBS : Será permitido a participação de crianças e jovens de outros bairros desde que obtenham frequência e as devidas autorizações.

JUSTIFICATIVA :

O projeto surgiu com o intuito de agregar o valor que o esporte traz a uma vida e uma família através da necessidade de se falar abertamente sobre as drogas, sexualidade e de trocar e adquirir informações sobre o assunto.
Engana-se quem acha que adolescentes aparentemente sem problemas nunca experimentaram drogas. Por isso é importante informar o jovem sobre os malefícios do vício.
Essa noção foi a matriz do “Projeto Sim Skate". É muito comum o jovem ter contato com algum tipo de droga. "Mas há uma grande diferença entre o ato de experimentar e a necessidade de continuar". A curiosidade dos jovens às próprias características dessa fase da vida. "A adolescência é um momento em que a pessoa enfrenta limitações e frustrações. A droga funciona como uma fuga de tudo isso." Falar sobre drogas, porém, não basta. É preciso metodologia, planejamento estratégico e táticas de motivação junto a outras instituições que utilizarem do mesmo espaço social (Terminal Turístico do Perequê Açu – EspaSOL).

OBJETIVO ESPECÍFICO :

Desenvolver ações de inclusão social prevenção ao uso e drogas e sexualidade, através do esporte “Skate” e suas vertentes de rua, Break, Grafiti, Hip Hop, Street Dance, Le Parkour, Slackline, MC e DJ. Realizando ações permanentes semanais no espaço sede (EspaSOL) e também levando as ações aos bairros descentralizando e oferecendo acesso a toda população, com realizações dinâmicas e eficientes.

OBJETIVOS GERAIS :

· Integrar ações junto ao Instituto Blablablá Posithivo e Amigos e o Coalizão Comunitária.
· Realizar as ações de oficinas de skate para moradores do bairro do Perequê Açu e redondeza, difundir trabalho nos bairros, levando sempre o skate e algum elemento da cultura urbana adicional de acordo com cada apresentação e didática.

· Desenvolver um trabalho envolvente, entre monitores das atividades, público alvo e público sazonal, enfatizando a prevenção as drogas.
· Mobilização da opinião pública, mediante campanhas de alerta.
· Integrar setores, público, privado, associativo e 3º setor em uma rede de atuação (Coalizão)

· Estimular o desenvolvimento do esporte skate e as culturas urbanas, fomentando novos artistas e atletas para a cidade.
· Sensibilizar a população através de uma criação de vinheta dos projetos parceiros lidando com o esporte e a responsabilidade social. 

· Resgatar ambientes de convívio social (praças, quadras, escolas) e outros.
· Promover o profissionalismo através do esporte e da arte de rua
· Promover reuniões e debates unificando a juventude local.

METODOLOGIA :

Usar da temática prevenções (Drogas X Sexualidade), através do esporte “Skate” com oficinas e breves cursos utilizando das ferramentas da cultura urbana para entreter e informar a população. Terá de ser viabilizado e oferecido aos alunos, skates, unidades de equipamentos de segurança (Capacete, cotoveleira, joelheira, stinguard), Mini Ramp (Maderia e móvel), música (som mecânico) e ao vivo, atividades artísticas, projetor de imagens, tenda de atividade teórica (Apostilha de participação) na qual faremos acompanhamento escolar uma espécie de banco de dados.

PLANO DE META :

Expandir as ações para a população em toda extensão territorial da cidade.

APOIO E ORIENTAÇÃO TÉCNICA :

Monitores envolvidos com o esporte e a arte de rua e profissionais da área de Educação Física, assistência social, psicólogos, e referências da cultura urbana e do esporte skate, que apresentarão oficinas e palestras com o desenvolver do projeto.

CRONOGRAMA :

Março de 2013, Início do projeto; Inauguração da escola permanente no Terminal Turístico do Perequê Açu (EspaSOL) e lançamento do Plano de ação para o ano de 2013 (Ações localizadas e descentralizadas).

TRABALHOS EM GRUPO :

Após cada atividade, buscaremos parceria concretas com outras instituições parceiras para realização de trabalhos em grupo e reuniões com discussão e elaboração de relatório e analise situacional.

CULMINÂNCIA :

Diversos trabalhos podem encerrar ou abrir cada atividade, como eventos dos mais variados (fundamentados em pesquisas exploratórias); músicas, confecções de matéria prima preventiva, geração de renda, artesanato, obras de artes que ficará a critério de cada grupo.

AVALIAÇÃO :

A avaliação deverá acontecer durante todo o processo de realização do projeto, através dos monitores do projeto, gestores do espaço sede, integrantes do Instituto Blablablá Posithivo e Coalizão Comunitária junto aos membros do “CMPC – Conselho Municipal de Políticas de Cultura” através do delegado titular de “Cultura Urbana e Digital”,Elton Herrerias Junior.

RESULTADOS ESPERADOS :

Com esta proposta, acreditamos que conseguiremos sensibilizar ainda mais nossa sociedade sobre a importância da inclusão social e a difusão dos malefícios causados pelo uso de drogas à vida humana. Devemos buscar formas melhores de qualidade de vida, dentro de cada realidade, agindo com responsabilidade, preservando as relações sociais e de saúde e dignidade humana.



INFORMOU  ELTON   HERRERIAS

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comments system

Disqus Shortname