quinta-feira, 2 de janeiro de 2014

AUFM encerra 2013 com cerimônia no Ubatuba Palace Auditorium

AUFM encerra 2013 com cerimônia no Ubatuba Palace Auditorium
 
A Associação Ubatubense de Futebol de Mesa encerrou formalmente no Domingo passado a temporada 2013 em Ubatuba.
O encerramento teve, durante o dia, um churrasco preliminar com o pessoal da série temática que joga na Mendes Arena, e à noite ocorreu a já tradicional festa de gala no Ubatuba Palace Auditorium, com presença de chefes de Estado e autoridades diversas, como o novo Papa.
Como de praxe, a AUFM premiou os melhores do ano e fechou a temporada com uma festa black tieque deixou a cerimônia de posse de Barak Obama, na Casa Branca, no chinelo!

galera da série Principal
 
Durante o dia, a Mendes Arena abriu para o Festival de Futmesa da AUFM. Foram disputadas, entre os participantes, várias competições alternativas, com regras não ortodoxas do botão.





 

Troféus Zureta, Cegueta e Maneta no Festival
Primeiro, Fabinho Mendes faturou o Troféu Zureta, onde o objetivo era acertar não o gol, mas sim a trave, em chutes de longe e de perto, sem goleiro. O torneio teve duas fases e o destaque foi a queda de rendimento dos participantes entre a 1ª Fase, na parte da manhã, e a Fase Final, à tarde, em meio à comilança e bebelança. Na 1ª foto à esquerda, a jovem Mirelle Pastro participa do Troféu Zureta.
À seguir os participantes disputaram o Troféu Cegueta, onde, vendados, tentavam marcar gols (sem goleiro), em chutes à partir do meio de campo. Detalhe: novamente tivemos duas fases, e se na 1ª Fase o botonista era vendado já perto da mesa e com o botão e a bolinha em posição de chute, na Fase Final os participantes eram vendados à 5 metros de distância da mesa e precisavam não só localizá-la como, depois, achar o botão, a bolinha e a palheta na mesa, posicioná-los e efetuar o chute, tudo às cegas! O destaque da Fase Final foi Beto Machado, que com uma técnica de medição utilizando-se de 'palmos', achou o centro exato da mesa para o chute. O título, no entando, ficou com Beto Monteiro, com o gol vencedor imortalizado na foto de Melissa Schirmanoff, à esquerda, já favorita ao Pulitzer 2014.
No fim da tarde, os botonistas presentes formaram duas equipes e disputaram o Troféu Maneta, onde cada atleta palhetava uma vez e a próxima palhetada era do outro membro da equipe, até que o time conseguisse o chute a gol. A partida foi tumultuada, com muita pressão na arbitragem, uma comemoração efusiva no único gol do jogo e um final digno do futebol de campo, com a equipe da casa 'apagando os refletores do estádio' para evitar o apito final, mas, 'na marra' o time que vencia o jogo conseguiu sacramentar a vitória e partiu pra volta olímpica ao som de We Are The Champions. A equipe vencedora foi a BeFaFlaRa, formada por Beto Monteiro, Fabrício Machado, Flávio Bellard e Ralph Solera, e as comemorações da vitória estão registradas na foto ao lado.
Depois de tudo, os participantes dirigiram-se ao Ubatuba Palace Auditorium para a festa de gala que encerrou formalmente o ano da AUFM e contou com a presença de personalidades mundiais como a viúva de Nelson Mandela, o Secretário Geral da ONU e Sepp Blatter, presidente da FIFA, que vai passar o reveillon no Rio e aproveitou e prestigiou a festa da AUFM.
 
Na cerimônia, que teve Ivete Sangalo como apresentadora, a grande estrela da noite foi mais uma vez Edson Sírio, que recebeu sua Palheta de Ouro das mãos de Patrícia Abravanel, filha de Sílvio Santos, enquanto seu seu pai aplaudia na mesa.
Edson foi o melhor botonista do ano, tendo conquistado sua 5ª Palheta de Ouro, o que o ratifica como o segundo maior botonista da História da AUFM, atrás apenas de André Rafael, que tem 6 palhetas douradas na estante. Róbson Pinho foi o vencedor da Palheta de Prata (e a Revelação do Ano) e Paulinho Garcia ficou com a de Bronze. Edson ainda teve uma menção honrosa pelo título do Paulista Máster individual no final do ano.
Nas outras categorias brilharam os seguintes botonistas: Gabriel Ballio foi o melhor na Série Prata e também na categoria Juvenil, e Fabinho Mendes foi o melhor da Série Temática.
 
O botão Kaí foi outro destaque da noite, sendo aclamado como o maior do ano - enquanto seu time, o São Paulo, bicampeão da Libertadores e do Mundial, foi o melhor clube - e recebeu o seu certificado Buimmes pelos récordes históricos que bateu em 2013: Kaí tornou-se o maior botão artilheiro da AUFM em todos os tempos com 89 gols na carreira, e, ao marcar 26 gols no Brasileirão deste ano, tornou-se o maior artilheiro da competição na História, superando a marca de 23 gols do rei Swrain, que durava desde 1994.
A entrega do certificado foi feita pelo próprio rei Swrain, o que tornou o momento ainda mais simbólico e antológico.

pessoal das séries Temática e Prata
 
Kaí ainda foi elogiado por ter levado o Brasil aos títulos da Copa das Confederações e Copa do Mundo e ter ajudado o São Paulo também nas conquistas da Copa do Brasil e ReCopa Sul-Americana.
Outro botão que recebeu uma premiação das mãos do rei Swrain, durante a cerimônia foi Brandão Bigode, que tornou-se o primeiro da AUFM em todos os tempos a anotar 6 gols em um mesmo jogo, uma goleada do Londrina frente ao Cruzeiro, na Copa Sul-Minas deste ano.
 

festa de encerramento do ano no Palace Auditorium
Outro acontecimento da festa foi a divulgação das estatísticas anuais da AUFM, atualizadas. O principal destaque foi, novamente, Edson Sírio, que lidera as principais marcas de aproveitamento, com o de porcentagem de vitórias e de gols por jogo.
Ralph Solera ainda lidera as outras principais marcas absolutas, como maior número de jogos e vitórias, tendo sido o primeiro a ultrapassar a marca das mil vitórias na AUFM.
Fabinho Mendes, Pastilha de Ouro deste ano, entra pela primeira vez no Top 5 de uma estatística na entidade, figurando entre os botonistas de maior percentual de vitórias.
 
Clique aqui e veja os 5 primeiros de cada fundamento e também as estatísticas completas de todos os botonistas. Aproveite e clique aqui para ver as estatísticas dos times das competições temáticas da AUFM, com o São Paulo liderando a maioria das estatísticas nacionais e o SoleCorp sendo o principal recordista nas estatísticas caiçaras.
A AUFM disponibiliza também arquivos com todas as conquistas de cada botonista da entidade, que podem ser acessadas clicando-se aqui e de cada time, clicando-se aqui.
Encerrando as festividades, os diretores da entidade, o presidente Ralpholange Solera, o vice Silvlatter Fonseca e o Secretário Geral Edvalcke Sírio agradeceram a presença de todos e prometeram tentar fazer de 2014 um ano ainda mais legal nas mesas locais!

Clique aqui para ver o Hall da Fama da AUFM
Clique aqui para ver todos os torneios que a AUFM promove
Clique aqui para ver os rankings da AUFM



FONTE :   www.futmesaubatuba.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comments system

Disqus Shortname