sexta-feira, 3 de agosto de 2012

S U R F E....U S O P E N Medina impecável






Com atuações de alto nível, os paulistas Gabriel Medina, Miguel Pupo, Filipe Toledo, Adriano de Souza e Jessé Mendes venceram suas baterias na terceira fase e avançaram direto às oitavas-de-final do US Open of Surfing em Huntington Beach, Califórnia (EUA).

Em bateria sensacional, Medina registrou as maiores pontuações do evento depois de somar 9.93 e 9.10, totalizando incríveis 19.03 pontos em 20 possíveis.

Outro surfista de São Paulo que pode reforçar a invasão brasileira às oitavas é Alex Ribeiro. Ele foi o único brasileiro derrotado na terceira fase da prova, mas tem uma nova chance na repescagem contra o havaiano Granger Larsen.






O show brasileiro teve início com Filipe Toledo. O garoto de Ubatuba cometeu uma interferência logo no início da bateria, mas não se abalou e arrancou 9.80 dos juízes. Como passou a somar apenas metade da segunda melhor nota depois da punição, Filipinho lutou para ampliar o placar e descolou 6.67, trocando por 6.87 nos minutos finais.

Na segunda bateria, Miguel Pupo não brincou em serviço e disparou na liderança com 8.57e 7.87, deixando Tim Reyes e Jay Thompson em situação complicada.

O terceiro confronto não contou com muitas ondas expressivas, mas Jessé Mendes competiu muito bem e comandou as ações contra o aussie Stuart Kennedy e o norte-americano Dane Reynolds. Para dificultar as ações dos adversários, Jessé abriu vantagem com 6.33 e ampliou o placar com 6.03, para depois trocar por 6.07.

As melhores pontuações do dia vieram nos dois duelos seguintes. Primeiro foi a vez de o norte-americano Nathaniel Curran triturar as ondas de Huntington com 8.73 e 9.33 nas duas últimas ondas, deixando para trás os dois finalistas da última edição do US Open - Yadin Nicol e Kelly Slater.

O espetáculo ganhou um brilho especial com a performance de Gabriel Medina. Inspirado, Medina atropelou seus adversários e mandou 9.93 e 9.10 nas duas melhores ondas, dando-se ao luxo de descartar 7.33 e 7.80 na vitória sobre o havaiano Granger Larsen e o norte-americano Nat Young.

Também com atuação expressiva, Adriano de Souza bateu o aussie Mitchel Coleborn e o compatriota Alex Ribeiro. Mineirinho partiu para cima dos adversários e obteve 8.83 e 6.47, contra 7.57 e 6.00 de Coleborn e 6.10 e 6.00 de Alex.

Pela categoria Pro Junior, Filipe Toledo deu mais um passo em direção ao bicampeonato da prova. Filipinho arrebentou nas quartas-de-final e foi premiado com notas 7.67 e 9.57. 

Na semifinal, o brasileiro enfrenta o australiano Cooper Chapman e os norte-americanos Kalani David e Taylor Thorne. A outra semi reúne o norte-americano Kanoa Igarashi, o japonês Hiroto Ohhara e o sul-africano Michael February.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comments system

Disqus Shortname