sábado, 26 de maio de 2012

SURFE..............Medina e o show da virada em Saquarema - Rio de Janeiro

Os paulistas Gabriel Medina  ( Ubatuba ) e Alex Ribeiro continuam na briga pelo título do Coca-Cola Quiksilver Prime 2012 na praia de Itaúna, Saquarema (RJ).

Dos sete representantes do país que chegaram ao quarto dia de competição, cinco foram eliminados neste sábado e apenas Medina e Alex seguem em busca dos US$ 40 mil oferecidos ao campeão do evento.

Hizunomê Bettero, Jean da Silva, Willian Cardoso, Filipe Toledo e Wiggolly Dantas perderam em baterias acirradas e despediram-se do evento na nona posição, com 2.400 pontos no ranking da divisão de acesso ao World Tour.




As ondas melhoraram neste sábado em Itaúna e proporcionaram bons momentos para Alex Ribeiro e Gabriel Medina brilharem nas oitavas-de-final da etapa Prime em Saquarema.

Primeiro foi a vez de Alex Ribeiro acelerar nas séries de 1,5 metros e dar um verdadeiro show de rasgadas e aéreos na vitória sobre o francês Romain Cloitre.

Surfista da Praia Grande, Alex teve a tranquilidade de um gigante na quarta bateria das oitavas e cravou nota 9.00, a maior da disputa, com uma sequência de rasgadas e um aéreo na finalização.

Cloitre tentou reverter a situação e soltou as pauladas de backside, mas anotou 6.83 em sua melhor onda e perdeu o confronto por 15.07 a 11.16.

O resultado já é o melhor de Alex Ribeiro em etapas do circuito mundial. Agora o brasileiro encara o norte-americano Kolohe Andino na segunda bateria das quartas-de-final.

Show da virada Em uma bateria de fortes emoções, o brasileiro Gabriel Medina virou para cima do espanhol Jonathan Gonzalez e carimbou seu passaporte às oitavas-de-final em grande estilo.

Medina não teve vida fácil durante toda a bateria e chegou a quebrar sua prancha na metade da disputa, quando viu o atleta das Ilhas Canárias somar duas notas 5.83 e disparar na liderança. O brasileiro passou a precisar de nota 8.16 para virar.

Sem a prioridade, o atleta de Maresias atacou todas as ondas que apareciam em sua frente e diminuiu um pouco a diferença. Passou a buscar uma nota 7.49.

Quando as esperanças já começavam a diminuir, Medina tratou de provar que com ele não tem batalha perdida.

Na sua última tentativa, em uma onda aparentemente sem força, ele soltou dois aéreos muito altos de frontside e conseguiu 8.93 pontos para pular na frente e levar a torcida brasileira ao delírio em Saquarema.

O placar final ficou em 13.10 a 11.66. Medina é o adversário do australiano Matt Wilkinson nas quartas-de-final.


FONTE :

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comments system

Disqus Shortname